À minha estrela que se fez anjo

Hoje lembrei de ti. Porque estou triste, porque continuo a sentir a tua falta.

 

Há quase tês meses que partiste. Lembro-me como se fosse hoje. Lembrar-me-ei, ainda que passem 30, 40 ou toda a minha vida. Recordo-me que, num dia de sol, toda a escuridão do mundo entristeceu a minha existência.

Eras lindo... eras meu.

 

Amo-te

Posto por Zeza Dos Frangos às 11:44
link do post | Cacareja para aqui... | favorito